GUIA DO INVESTIDOR

INVESTIR EM ANGOLA

O Decreto Presidencial nº181/15, de 30 de Setembro, materializa as Linhas Mestras da Política Nacional de Investimento Privado, estruturando as principais linhas orientadoras, nomeadamente os objectivos e o papel do Estado e dos vários intervenientes no Investimento Privado Nacional. Numa lógica operacional, foi igualmente aprovado o Regulamento do Procedimento para a Realização do Investimento Privado, Decreto Presidencial nº182/15, que se foca na vertente processual do Investimento Privado. Angola reconhece o papel do Investimento e do Investidor Privado como preponderante, e aposta no seu reforço enquanto pilar fundamental da Economia. Por forma a revitalizar e estimular o mesmo, Angola optimizou em 2015 as bases legais neste âmbito.

5 RAZÕES PARA INVESTIR EM ANGOLA

1. MERCADO NACIONAL DE DIMENSÃO CONSIDERÁVEL

2. PORTA DE ENTRADA PARA ÁFRICA AUSTRAL

3. PLAYER RELEVANTE NO MERCADO ENERGÉTICO

4. POPULAÇÃO JOVEM E COM QUALIFICAÇÃO CRESCENTE

5. REFORMAS EM CURSO

SECTORES COM REGULAMENTAÇÃO ESPECIAL

Existem sectores com algumas reservas ao Investimento Privado:

Print

Adicionalmente, o Estado tem reserva absoluta sobre alguns sectores considerados estratégicos, nomeadamente o Fabrico e venda de Material Militar, Banca Central, Portos e Aeroportos, infra-estrutura básica para a Rede de Telecomunicações Nacionais.

Guia do Investidor